5 Dicas para evitar a perda da audição em Call Centers

5 Dicas para evitar a perda da audição em Call Centers

O setor de telemarketing cresceu de maneira rápida no Brasil, absorvendo centenas de milhares de pessoas e transformando-se no maior empregador na área de serviços. A grande maioria dos funcionários é jovem, que terminou o ensino médio ou cursa uma universidade, e precisa exercer a função para pagar os estudos ou complementar a renda familiar. Mas se o teleatendimento gera oportunidades de trabalho, também pode trazer riscos à saúde, entre eles a perda de audição, conforme comprovam estudos.

A PAIR (Perda Auditiva Induzida por Ruído) é um mal que pode atingir todos os trabalhadores expostos a sons acima de 80 decibéis. Pode ser considerada uma doença ocupacional e vem chamando a atenção principalmente dos médicos otorrinos e fonoaudiólogos. A SBO (Sociedade Brasileira de Otologia) aponta que cerca de 35% das perdas da audição no país são consequência de sons intensos presentes no ambiente de trabalho.

O que mais preocupa os especialistas, em relação aos operadores de telemarketing, é o uso do fone de ouvido unilateral com volume variando de 60 a 90dB. Esse equipamento pode causar danos irreversíveis à audição se não for usado corretamente. Estudos comprovam que muitos desses trabalhadores desenvolvem, primeiro perdas auditivas unilaterais progressivas, tornando-se depois bilaterais.

Então para prevenir a perda auditiva siga essas 5 dicas importantes:

1ª Revesar o fone de ouvido – o operador de telemarketing precisa fazer sempre o revezamento do fone, do ouvido direito para o esquerdo a cada hora e vice versa. A alternância do fone entre um ouvido e outro ajuda a manter o equilíbrio da saúde auditiva.

2º Dar pausa de 10 minutos a cada hora trabalhada – quem usa o ouvido como instrumento de trabalho precisar parar um pouco para dar descanso ao aparelho auditivo, assim como quem digita muito e apresenta problemas nos braços por esforços repetitivos.

3º Manter o volume normal do som – este é um problema grave constatado com os funcionários de call center, eles geralmente aumentam o volume do headset para ouvir melhor o cliente tendo em vista que o ambiente de trabalho é bastante ruidoso. Assim, o nível que vai deixa-lo livre do perigo é em torno de 60 decibéis, ou se possível, manter um volume ainda mais baixo.

4º Fazer treinamentos – participe de cursos e treinamentos frequentes MAS siga religiosamente AS ORIENTAÇÕES para se prevenir de eventuais problemas. Mantenha um compromisso consigo mesmo para evitar problemas auditivos.

5º Faça exames audiométricos periódicos – a audiometria permite que você verifique se ainda está ouvindo bem e que não começou a ter perda auditiva induzida por ruído (PAIR), assim é importante o controle periódico da audição.

É de fundamental importância que haja um controle rígido quanto as medidas preventivas em relação a saúde auditiva do operador de call center.

Os sintomas da perda auditiva podem se manifestar como pressão nos ouvidos, som abafado e principalmente o zumbido, que pode surgir como um ruído insistente parecido com o chiado de uma TV, de uma cigarra, de um grilo ou borboleta batendo asas.

A perda de audição é uma doença irreversível, por isso a melhor atitude que um atendente de call center pode ter é se prevenir — a sua saúde deve ser a sua prioridade. Felizmente os cuidados para se prevenir desse mal não exigem grandes esforços: usar corretamente o fone de ouvido, fazer alternâncias entre os lados direito e esquerdo e se manter em alerta quanto ao volume dos áudios que você está escutando.

Agindo assim, você estará protegido contra a perda auditiva induzida por ruído.

Para estudos  e medições de ruído em call centers entre em contato conosco! Desde 2012, o  LAEPI vêm realizando medições em Call Centers utilizando equipamentos de última geração e com pessoal técnico qualificado sob a supervisão do Prof. Samir N. Y. Gerges, Ph.D. Alguns de nossos clientes atendidos nessa área: Contax, Tivit, Flex Contact Center, TIM, Riachuelo, Almaviva, entre outros.

 

 

 

 

Deixe seu comentário