Uso do protetor auricular: Subproteção x Superproteção

Uso do protetor auricular: Subproteção x Superproteção

A partir do momento que se utiliza um protetor auricular num ambiente laboral é importante atentar para a questão da superproteção ou da subproteção. A superproteção é gerada pelo uso de um protetor auricular que possui atenuação muito alta para aquele ambiente de trabalho. Essa superproteção pode acarretar diversos problemas para o usuário naquele ambiente. Esses problemas podem ser a dificuldade de comunicação com demais indivíduos, perda da percepção do ambiente e do ruído do ambiente, dificuldade na identificação de sinais acústicos de emergências ou gerais, além de vários outros.

A subproteção por sua vez põe em risco a saúde auditiva do indivíduo, uma vez que, não fornece a atenuação necessária para o ruído encontrado naquele ambiente, podendo assim causar surdez permanente, além dos efeitos fisiológicos e psicológicos. Devido a esses fatos é importante encontrar um protetor auricular que forneça uma proteção acústica adequada, não causando a superproteção nem a subproteção. A norma EN 458 Hearing protectors – Recommendations for selection, use, care and maintenance – Guidance document descreve um quadro para definir a atenuação desejada para cada nível de exposição, conforme a Figura 1.

Conforme essa figura, o indivíduo com a utilização do protetor auricular que tenha uma exposição igual ou superior a 85 dB(A) terá uma subproteção, ou seja, o protetor auricular em questão não é adequado para uso. Caso o indivíduo tenha uma exposição entre 80 dB(A) e 85 dB(A) ele estará protegido mas estará acima do nível de ação mais abaixo do limite de tolerância. A faixa de exposição ideal com a utilização do protetor auricular é de 75 dB(A) à 80 dB(A), sendo esta faixa considerada de boa atenuação. A faixa entre 70 dB(A) e 75 dB(A) de exposição ao ruído com o protetor auricular é considerada aceitável porém nessa faixa aparece indícios de uma atenuação muita alta. O nível de exposição abaixo de 70 dB(A) ilustra claramente uma situação de superproteção, onde acarretará todos os problemas mencionados anteriormente.

atenuac%cc%a7a%cc%83o

Figura 1 – Atenuação desejável no ouvido protegido

A escolha do protetor auricular é primordial para evitar transtornos a saúde dos colaboradores, e o LAEPI pode auxiliar na decisão do protetor auricular mais adequado para seus colaboradores. Entre em contato conosco!

Deixe seu comentário