67c8215793e349379b5d9d9a16d4121d_092316_1718_40-1156-577-c

Conforto e atenuação do protetor auricular tipo concha

Toda vez que pensamos em proteger um trabalhador dos altos níveis de ruído, pensamos num protetor auditivo que tenha uma boa atenuação de ruído, e isto significa aquele que tem no seu Certificado de Aprovação, uma atenuação significativa.

Muitas vezes, o setor de Segurança do Trabalho, faz uma busca dos protetores auriculares que tenham uma alta atenuação de ruído e fazem a aquisição deste equipamento. Entretanto, os trabalhadores acabam não usando este protetor auricular o tempo todo durante sua jornada laboral. Reclamam de pressão excessiva ou de que o protetor fica frouxo na cabeça, que a almofada não se encaixa bem na sua orelha, enfim, justificam o não uso do protetor auricular devido ao seu desconforto.

Isto acontece, porque na hora da compra do equipamento, o foco está voltado mais para a atenuação do ruído do que para o conforto.

O conforto do protetor auricular envolve aspectos de antropometria das dimensões das cabeças dos usuários, isto é, na maioria das vezes, as dimensões dos arcos não retratam as médias das dimensões das cabeças dos indivíduos. Assim, dependendo do formato e tamanho da cabeça do usuário, o equipamento fará uma maior ou menor pressão sobre a mesma, e com isto o DESCONFORTO no uso do protetor auricular.

Outro aspecto a ser abordado é quanto a vedação do ruído que pode ocorrer no entorno da orelha do usuário. Isto é, se a almofada da concha não for bem aderente a orelha, poderá haver vazamento do ruído ambiente e assim não haverá uma boa atenuação.

Assim, encontrar um protetor auditivo que além de apresentar uma atenuação do ruído adequada ainda seja confortável é um grande desafio para o setor de Segurança de Trabalho. As empresas além de preservarem a saúde do trabalhador devem buscar a qualidade de vida dos mesmos no ambiente de trabalho.

Nesse sentido, nós do LAEPI desenvolvemos um método para determinar o nível do conforto dos protetores auditivos tipo concha. Para mais informações clique aqui ou entre em contato conosco: laepi@laepi.com.br

Tags: No tags

Adicione um comentário

Seu email não será divulgado. Campo obrigatório*